sexta-feira, 17 de abril de 2009

Que delícia poder ver um arco-íris em São Paulo da janela do meu quarto!!



Projeto Carpe Diem III para o fórum DSM

A Mayumi, membro do fórum DSM, que considero minha amiga, apesar da distância (ela vive no Japão!!), além de ser sempre muito gentil é uma das scrappers mais talentosas que eu tenho o prazer de conhecer!! Seus trabalhos são divinos!!
Façam uma visitinha: é só clicar no nome dela que está aí na barra lateral- Gente talentosa do mundo todo!

Ela propôs uma atividade que está acontecendo desde o início deste ano, é o projeto Carpe Diem. Conheçam sua proposta:

Minha proposta é fazermos o nosso livrinho Carpe Diem, da seguinte maneira:
Todo mês fazer um LO utilizando uma frase alto astral...sabe, aquelas palavras que ouvimos quando estamos tristes ou cansadas e que tem o dom de dar um "up" nos pensamentos?


As mensagens que estão sendo mostradas são muito bacanas...Eu já tenho uma participação nesse projeto mensal; agora trago minha participação para o 3º mês!





PARA REFLETIR...

Estilos nas producões de scrap tem relação com nosso momento de vida??

Postei alguns LOs no meu blog e recebi dois comentários (da Cris e da Adriana), que vieram de encontro a algumas coisas que venho repensando ultimamente sobre meu estilo no scrap.
Os comentários elogiavam a diversificação de estilos nos LOs.
Fazer um LO super colorido, com muitos elementos, como esse que eu fiz (postagem anterior), foi uma ousadia pra mim! Sempre respondo quando perguntam sobre meu estilo: É bem clean, priorizo a foto, coloco poucos elementos... eu me fixei nesse conceito, e percebi que não estava me dando a oportunidade de mudar, inovar, trilhar por outros caminhos!
Acredito que nossa produção no scrap acompanha nosso momento de vida. Eu tinha muita resistência em mudar, para mim, mudanças são processos longos e sofridos, muito sofridos... comecei a perceber o quanto não mudar estava interferindo negativamente em minha vida, o quanto a renovação de atitudes, maneiras de ser são essenciais muitas vezes para irmos de encontro aos nossos desejos, nossos objetivos... a vida tem me ensinado isso, minha filha adolescente também e muito!
O mesmo acontece com o que produzo no scrap! Via alguns projetos de outras pessoas e não conseguia me imaginar fazendo um projeto parecido, em geral de estilo mais livre, menos organizado! Claro que algumas características minhas sempre estarão presentes no que eu faço, mas só o fato de conseguir diversificar, começar a inovar, já está me fazendo muito bem! Assim como tenho inovado em tudo no meu dia-a-dia!
Aqui deixo registrado um pouquinho da minha experiência com minhas produções... para que outras pessoas também possam pensar sobre suas dificuldades nas suas produções: será que é falta de criatividade? Esse é o principal argumento que as pessoas colocam quando nada está fluindo... ou será que é receio de arriscar, ousar!! Vale a pena refletir sobre isso!!

Gente, acrescentando: vão dar uma olhadinha nos comentários que estou recebendo sobre o: Para refletir... tô adorando!!! Bjs

15 comentários:

Dani Siqueira disse...

Sil, obrigada pela visita ao meu blog.
Nossa, acho que nem daria pra escrever tudo o que veio a minha
mente durante a leitura do seu post num só comentário, pq fiz
muitas comparações com a minha vida mesmo, mas acho que tudo o que nós somos, nós exteriorizamos não só no scrap mas no nosso modo
de ser, acho isso natural. Pessoas mais extrovertidas são assim
também na maneira de se vestir, de falar, de levar a vida e de ... scrappear! Da mesma maneira, as mais tímidas, reservadas,
conservadoras, cada uma vai produzir (no caso do scrap) de acordo com essa personalidade. Não acho que em todos os casos deixar de fazer um determinado estilo seja sinal de "resistência", essa resistência negativa que as vezes temos na vida em relação às nossas idéias, nossos conceitos. Para umas, pode ser só mesmo questão de gosto, mas se em algum momento da vida você, eu , nossas amigas, percebermos que tem a ver com a resistência ou até ao medo do novo, acho que vencer essa barreira no scrap é o primeiro passo para que isso aconteça na vida. Por isso o scrap é uma terapia para tantas de nós! Parabéns a você que conseguiu detectar isso e está correndo atrás das mudanças!
Adorei!
Bjinhos, boa sorte!

Patiscrap disse...

Oi Silvana!!!
Que gostosa a sua visita no meu blog me convidando para ler este seu post!!! Obrigada, viu!!
Mas vamos por partes!
Adorei o seu pap na última edição da Revista Guia do Scrapbook, adorei a bolsinha, super linda!!! Eu é que não levo o mínimo jeito com esse tipo de artesanato... affff!
Suas páginas são lindas e adorei a sua frase do último LO!!! É pura verdade, além de ser bem divertida!
Agora sobre mudar, eu acho que estou sempre aberta para as mudanças, afinal aprendemos muito com elas! Me considero uma pessoa flexível, procuro aproveitar o que a vida me trás, não que eu não lute pelo que quero, muito pelo contrário! Mas não que eu consiga mudar sempre, para algumas coisas acabamos sendo mais resistenes, seja na vida, seja no scrap! No scrap acabamos fazendo páginas conforme o nosso estado de espírito, às vezes mais alegre e coloridas outras vezes mais limpas e sérias!!! Mas a vida é assim, né!
Adorei o seu tópico, é muito bom parar para refletir um pouco!
Bjs e boas mudanças sempre!!!

Anônimo disse...

Silvana querida acredito que muito do que somos deixamos transparecer através do nosso trabalho.
Mas como tudo, isto também se modifica.
Ainda bem!!!
Alguns elementos são estanques, com outros brincamos mais.
Acredito também que devemos nos permitir novidades. Experimentarmos... Para então termos certeza de que nossa escolha, nossa marca tem fundamento.
O scrapbooking nos permite isso.
Tem coisa mais gratificante do que brincar, experimentar cores?
Somos pessoas privilegiadas por podermos vivenciar isso.
Criatividade é um exercício. Um exercício maravilhoso nosso de cada dia.
Beijos querida.
Jaluza

Dani Siqueira disse...

Sil, eu de novo! Dessa vez pra dizer q tem um selinho pra vc no meu blog!!
Bjinhos, bom fim de semana!
Dani ;)

Adriana Melges Q. Weingart disse...

UAU, Sil...
Gostei deste ponto para refletir...
Eu tenho certeza que tudo o que sentimos e somos, reflete naquilo que fazemos... Na nossa letra, no nosso scrap, na música que tocamos, em tudo. Somos seres com emoções, e podemos até "escondê-la" em nosso dia-a-dia, mas dificilmente as esconderemos em nossas artes, pois estas, "saem" do coração, do que estamos sentindo.
Eu já me peguei em crise, várias vezes, por não conseguir definir meu estilo de scrap. Mas, lendo seu texto, pensei: "Se não tenho estilo para música, que estudei durante 15 anos, pq teria para o scrap, que conheço há bem menos tempo?!" - cheguei à conclusão que saber ouvir e gostar de Chopin a Van Halen, passando por Fábio Jr, mas sem se ater aos cantores, mas às obras é mais que muitos conseguem. Acho que no Scrap pode ser assim tb.
Deixa o sentimento fluir! Deixa o estilo que vier fluir, e, Carpe Diem! A vida é uma só e é para ser vivida bem e com sabedoria!!!
bjn

Adriana Melges Q. Weingart disse...

Oi... Voltei... Só para avisar que tem selinho para vc no meu blog.
bjn

Elizabeth Roessle disse...

Sil!!!
Eu ainda não sei meu estilo, estou sempre mudando adoro aprender novas tecnicas, na verdade estou aberta a tudo, adoro cores fortes, brilho e relevo!!!
Mas tudo vai do meu estado de espírito!!! Adorei o tópico e saber a opinião das meninas!!!
Fiquei encantada com seu Lo!!!
Bom final de semana!
Bjs

Mayumi disse...

Oi, Sil querida!!!! Vc. não existe, amiga!!! Fiquei muito feliz com os nossos e-mails e todo esse seu carinho maravilhoso!!!!! Obrigada!!! Vc. é uma amiga muito querida, que faz com que a distância entre o Brasil e Japão fique bem "tiquitita"...sinto a sua amizade sempre tão perto...na verdade dentro do coração, mesmo!!!
Beijocas mil!!!!!

P.S.: Por sua influência, tô aqui montando um bloguinho...rs...vamos ver se sai... :)

Mayumi disse...

Sil querida!!! Fiz!!!...rs...
Obrigada pelo "empurrãozinho", amiga!!!
Beijocas!!!

Sorelinha Arte em Papel disse...

Sil, que tudo esse arco íris!!!!!!!!!!! Adoro!
Sobre a criação, comigo funciona assim... tudo oq eu faço, seja um projeto, seja alguns versos, são smepre um espelho do que sinto no momento. Quando não tenho idéia, coloco músicas que me tocam, que tem a ver com oq vou fazer e me jogo naquela emoção pra criar... naum penso em fazer algo mais elaborado ou menos elaborado, só deixo sair oq eu sinto, assim do jeitinho que é mesmo... Os trabalhos mais bonitos que eu fiz, não tinha nada de sofisticado ou elaboração mas tinha sentimento em cada palavra, em cada vírgula... bom acho que é isso!
Bjus daCarol

Cristina Tronco disse...

eu tenho certeza que nosso estilo de scrap é um reflexo do que estamos passando.
no fim do ano passado eu tava bem pra baixo, e LOs mais marrons e sem cor acabaram saindo...
as cores começaram a ressurgir naturalmente e esses dias levei um susto de um trabalho laranja que comecei a fazer!!! uahuahuahua
isso seria inimaginavel ha alguns meses atras!
eu gosto de ousar e nao gosto de ficar presa a um só estilo! acho que isso só nos acrescenta como scrappers. beijos

Kelli Cardoso disse...

Sil, gostei muito desse post, me fez refletir também... afinal, até no scrap temos que está abertas a outras possibilidades! Eu também inovei, parei a produção de caixinhas e saíu um mini... rs* Bjos

Julia Cotrim disse...

Oi Sil,

Desculpa pelo atraso na resposta ao seu tópico.
Eu acredito que mudanças são consequências de estar vivo. Olhe em sua volta e veja o que acontece com a natureza: sempre mudando, nunca parada. Acredito que nós também somos assim. Sempre estamos mundando, mesmo que a gente não queira. O que importa é sempre mudar para melhor.
Quando a estilos, eles também mudam. Como nós mudamos. E toda a arte vem de dentro do coração portanto o que se está sentindo é o resultado de nosso trabalho no scrap.

Beijos!

Solange Fernandes disse...

É Sil isso é o processo criativo estamos em constante evolução, né? Que legal a idéia do carpe diem. Obrigada por passar e sempre deixar um recado carinhoso. Bjs querida

Adliz Jamile disse...

Esse assunto é muito interessante, pois sempre me pergunto se há realmente um estilo no scrap ou se o nosso estilo é o que gostamos de fazer??? No meu caso é o que gosto de fazer e de ser - LIVREEEE, rs!!! Então tudo vale, rs!!!
A criatividade nunca falta, só precisamos estar abertas para ela, rs... às vezes dar um empurrãozinho nos inspirando, ajuda... Como??? Libertando os pensamentos, rs!!!!
Beijocas, Adliz!